A ABRATA está em novo endereço

Prezados Amigos!

Temos a satisfação de informar-lhes que a partir do dia 08 de maio de 2017, segunda-feira estamos em nosso novo endereço.

Rua Dr Diogo de Faria 102, Vila Clementino
Tel. (11) 3256-4831 / 11 3256-4698 de 2ª a 6ª feira das, 13h30 às 17h
São Paulo | SP

Os atendimentos oferecidos a população serão mantidos nos mesmos horários e dias da semana.
Aguardamos vocês em nossa nova casa!



Psicoterapia cognitiva no tratamento da depressão e do transtorno bipolar

Francisco Lotufo Neto é Profº Associado
Departamento de Psiquiatria da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo


Objetivos e características
A terapia cognitiva tem como função ajudar o paciente a aprender métodos mais efetivos de lidar com pensamentos, sentimentos e comportamentos que lhe trazem desconforto. Além disso, aborda a situação causadora da ansiedade ou depressão e os problemas cognitivos que estão relacionados à origem da perturbação emocional.

O modelo cognitivo propõe que as emoções e comportamentos das pessoas são relacionados a como percebem ou interpretam os eventos. Isto pode ser identificado através de um primeiro nível de pensamento denominado "Pensamento Automático" (PA).

Os pensamentos automáticos podem não ser realistas e muitas vezes contem erros de lógica. Surgem a partir de crenças acerca de si próprias e do mundo, que são desenvolvidas ao longo da vida, geralmente desde a infância. Algumas dessas crenças são centrais, fundamentais para o indivíduo. Elas determinam o entendimento sobre como eu e as coisas "são" e são consideradas verdades absolutas. As situações da vida são em geral interpretadas através de um prisma determinado por estas crenças. Esta interpretação se irreal ou distorcida pode criar ou manter ansiedade e depressão. A avaliação realista e a modificação dos Pensamentos Automáticos Negativos produzem um alívio dos sintomas, porém a melhora duradoura é resultado da modificação das crenças básicas dos pacientes.

Transtorno Bipolar
A Terapia Comportamental Cognitiva para a pessoa portadora do Transtorno Bipolar tem os seguintes objetivos:

A Terapia Comportamental Cognitiva para a pessoa portadora do Transtorno Bipolar tem os seguintes objetivos:

Educar pacientes e familiares sobre o Transtorno Bipolar, seu tratamento e suas dificuldades.

Ensinar métodos para monitorar a ocorrência, a gravidade e o curso dos sintomas maníaco-depressivos. Facilitar a aceitação e a cooperação com o tratamento. Oferecer técnicas não medicamentosas para lidar com sintomas e problemas. Ajudar a enfrentar fatores de estresse que estejam interferindo no tratamento. Estimular a aceitação da doença e diminuir o estigma associado ao diagnóstico.

A pessoa aprende a reconhecer padrões de comportamento e pensamento, a ter papel mais ativo no tratamento, a lidar com os problemas que produzem estresse e a reconhecer os sintomas que indiquem que uma recaída pode acontecer, para agir preventivamente.





AJUDE SEUS PACIENTES A PERMANECEREM EMPREGADOS
Charles L. Bowden, MD

DESCOBRI QUE MEU COMPANHEIRO(A) É BIPOLAR... E AGORA?
Dr Teng Chei Tung

TRANSTORNOS DO HUMOR E CRIATIVIDADE

Marcia Britto de Macedo Soares

TRATAMENTOS PSICOSSOCIAIS PARA O TRANSTORNO BIPOLAR
Dra Rosilda Antonio

ALIMENTOS PARA O CÉREBRO: O QUE DEVEMOS COMER PARA MELHORAR OS TRANSTORNOS DO HUMOR
Dr Teng Chi Tung
Médico psiquiatra, membro do Conselho Científico


TRANSTORNO BIPOLAR, DOENÇA MENTAL GRAVE, OCORRE MAIS NO ADULTO JOVEM
Dr Teng Chi Tung
Médico psiquiatra, membro do Conselho Científico


HELP YOUR BIPOLAR DISORDER PATIENTS REMAIN EMPLOYED


TRANSTORNO BIPOLAR DA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA
Dra. Sônia Maria M. Palma
Médica Psiquiatra


USO DE ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS EM PESSOAS COM TRANSTORNOS DO HUMOR
Luís Pereira Justo
Psiquiatra - Mestre pela EPM/UNIFESP


DEPRESSÃO NA PRÁTICA MÉDICA NÃO PSIQUIÁTRICA
Amanda Galvão de Almeida
Psiquiatra


O IMPACTO DA DEPRESSÃO
Dra. Márcia Britto de Macedo Soares
Psiquiatra


QUALIDADE DE VIDA
Ângela Miranda Scippa. PhD.
Psiquiatra


ATIVIDADE FÍSICA E EXERCÍCIOS NA INTERVENÇÃO TERAPÊUTICA COMPLEMENTAR DA DEPRESSÃO
Rosa Maria Mesquita
Mestre em Educação Física


ENTREVISTA COM DR HOMERO P. VALLADA FILHO
Dr Homero P. Vallada Filho
Psiquiatra


DISTIMIA – UMA FORMA DA DEPRESSÃO
Belquiz Avrichir
Psiquiatra


AUTO-AJUDA PELA CONVIVÊNCIA
Adriano Persone Prestes de Camargo
Psicólogo


O PAPEL DA ELETROCONVULSOTERAPIA - ECT - NO TRATAMENTO DOS TRANSTORNO
Márcia Britto de Macedo Soares
Psiquiatra


DOENÇA DEPRESSIVA E ESTIGMA
Dra. Denise Gama e Dra. Giuliana Cividanes
Psiquiatra


ANOREXIA E BULIMIA
Dr. André Broking Negrão e Christina Marcondes Morgan
Psiquiatra / Psicóloga


ESPECIAL - PRESTON GARRISON
Preston J. Garrison
Secretário Geral


PSICOTERAPIA COGNITIVA NO TRATAMENTO DA DEPRESSÃO E DO TRANSTORNO BIPOLAR
Dr. Francisco Lotufo Neto
Professor


GRUPOS PSICOEDUCACIONAIS PARA FAMILIARES
Juliana Yacubian
Professora Doutora em psiquiatria


A IMPORTÂNCIA DAS ATIVIDADES
Maly Delitti
Psicóloga


MENOPAUSA, DEPRESSÃO, E TERAPIA DE REPOSIÇÃO HORMONAL
Dr. Rodrigo da Silva Dias
Psiquiatra


RISCO DO USO DE PSICOFÁRMICOS EM ACIDENTES DE TRÂNSITO
Doris Hupfeld Moreno
Psiquiatra










quem somos | o que é depressão e transtorno bipolar | artigos | agenda | seja um voluntário | doação | contato

Rua Dr Diogo de Faria 102, Vila Clementino, SP - Tel: (11) 3256-4831 / 11 3256-4698 de 2ª a 6ª feira das, 13h30 às 17h

Copyright © 2012 - Abrata - Todos os Direitos Reservados