Depressão na Infância e Adolescência

depressao

Apesar de acharmos estranho as crianças também sofrem de depressão. A depressão que sempre pareceu um mal exclusivo dos adultos hoje em dia pode afetar 2% das crianças e 5% dos adolescentes do mundo. Porém, é mais difícil diagnosticar em crianças pois os sintomas podem ser confundidos com falta de educação, birra, mau humor, tristeza e agressividade. A criança tem grande dificuldade para expressar que está deprimida, e muitas vezes não sabe nomear as próprias emoções. O que diferencia a depressão das tristezas do dia-a-dia é a intensidade, a persistência e as mudanças em hábitos normais das atividades da criança. Pode ocorrer após a criança vivenciar uma situação traumática, tais como: separação dos pais, mudança de colégio, morte de uma pessoa querida ou animal de estimação.

Sintomas: Dificuldade de concentração, memória ou raciocínio; angústia; pessimismo; agressividade; aumento ou diminuição do apetite, isolamento; apatia, alteração do sono; queixas físicas; baixa autoestima e sentimento de inferioridade; sentimento de culpa e dificuldade de se afastar da mãe.

images (8)

Normalmente os adolescentes deprimidos sentem-se cansados, sonolentos, exaustos e tendem a dormir horas a fio. Durante a crise depressiva o jovem tende a irritar-se com facilidade, isola-se de todos, tem dificuldade de concentração, perde o interesse por tudo, perde o prazer de viver, de realizar atividade que antes eram de seu interesse. Em geral apresentam um declínio escolar e apresentam baixa autoestima e sentimento de inferioridade, além de ideia de suicídio ou pensamento de tragédias ou morte.

Fonte: Folhetos ABRATA

« Voltar

Destaques

Seja um Voluntário ABRATA

A ABRATA seleciona candidatos para o trabalho voluntário que estão disponíveis para doar seu talento, tempo e trabalho para a prestação do serviço voluntário ao próximo. Não há necessidade de experiência em lidar com os familiares e as pessoas com transtorno bipolar e depressão, basta apenas ter a vontade e o desejo de ajudar.

Campanha “Pode Contar”

A campanha "Pode Contar", é uma iniciativa do Laboratório Sanofi-Medley, com o apoio da ABRATA, que visa ajudar, com empatia, pessoas que lhe sejam próximas e colaborando para o enfrentamento da depressão. É também um canal de ajuda para quem apresenta depressão, fornecendo informações sobre os sintomas, causas, como lidar, e acima de tudo: como fazer para pedir ajuda e não se "sentir sozinho".

Campanha “Depressão Bipolar, está na hora de falar sobre isso”

Depressão bipolar: está na hora de falar sobre isso” é a mais nova campanha da Daiichi Sankyo, que tem o apoio da ABRATA - Associação Brasileira de Familiares, Amigos e Portadores de Transtornos Afetivos. O objetivo é conscientizar a população em geral sobre a importância da depressão bipolar, doença que atinge mais de seis milhões de brasileiros e depende de melhor diagnóstico e tratamento adequado.

Deixe o seu comentário